“A perseguição faz parte da vida cristã”,

  • 26/10/2018
  • 0 Comentário(s)

“A perseguição faz parte da vida cristã”,

diz sobrevivente de atentado terrorista

Em 2 de abril de 2015 o grupo terrorista islâmico Al-Shabaab invadiu a Universidade de Garissa, no Quênia, assassinando 147 estudantes, todos cristãos! No momento do ataque o jovem Fred estava em uma reunião de oração, dentro da instituição, e consegui escapar dos tiros se escondendo dos terroristas.

Desde então Fred viaja o mundo contando seu testemunho, encorajando milhares de pessoas em Cristo, ao relatar como os cristãos são perseguidos por conta da sua fé. Ele esteve no Brasil entre os dias 19 de setembro e 8 de outubro.

“Quando o ataque aconteceu, eu deitei no chão da sala, temi por minha vida e fiquei preocupado com meus amigos, irmãos e irmãs. Quando cheguei à conclusão que não poderia fazer nada por mim mesmo, restava confiar em Deus por minha vida”, disse ele em uma entrevista para o Guiame.

Assim como ocorre na maioria dos incidentes traumáticos, Fred contou que também teve a sua fé em Cristo desafiada. Ele se questionou por várias vezes a respeito do atentado e morte dos inocentes.

“Dentro do meu coração surgiram muitas dúvidas: por que isso realmente aconteceu? Por que tivemos que perder irmãos e irmãs inocentes? Por que eles morreram devido à sua fé em Cristo? Por que esta discriminação?”, contou o rapaz, hoje com 24 anos.

Não foi fácil para ele entender que nesse mundo carnal, onde a iniquidade está presente, estamos sujeitos a esse tipo de atentado e outros desastres, mas que todos eles não escapam do controle de Deus, que sempre termina atribuindo um propósito para tudo.

“Mais tarde eu percebi que a perseguição faz parte da vida cristã. Se Jesus foi perseguido, eu espero também ser perseguido. A Bíblia me diz: alegre-se quando for perseguido. Devemos abençoar e amar todos aqueles que nos perseguem. Eu tenho que seguir os passos de Jesus e obedecer Seu comando. Então eu parei questionar a Deus”, disse Fred.

Por fim, o jovem cristão entendeu que “o mais importante é saber que Deus salvou minha vida por um propósito e a resposta é para que eu cumpra tudo o que estou realizando hoje”. Ele aproveitou para ressaltar a liberdade religiosa que temos no Brasil, dizendo que devemos aproveitar para fazer jus a necessidade de enunciar o Evangelho.

“Lembrem-se que essa liberdade não está disponível em muitos lugares do mundo. Existem lugares que você realmente não consegue exercer a sua fé. [Os brasileiros] devem usar essa liberdade para o Reino de Deus. E, de fato, devem se levantar para serem a voz daqueles que não têm voz”, disse ele. Assista abaixo:

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

Pr. Ivanio Costa

Diretor

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Alisson & Neide

Sinceridade

top2
2. Nani Azevedo

Deus é Fiel

top3
3. Chagas Sobrinho

Na Alegria ou na dor

top4
4. Marcos Antonio

Quase Morri

top5
5. Juliano Son

Lindo és

Anunciantes